Header AD

Política Tucuju

AMAPAENSES, UNI-VOS!

Rupsilva

A tentativa de derrotar o atual governo tornou-se uma obsessão para a harmonia. Não há um só dia que não produza um factóide nos seus meios de comunicação com o objetivo claro de ludibriar os menos avisados e a opinião pública.

Procura, com isso, desgastar e atrapalhar o trabalho que a equipe do governo Camilo Capiberibe empreende para recuperar a credibilidade e a imagem do Estado, jogadas no lixo por esse mesmo grupo político, empresarial e midiático.

É algo doentio e tudo a ver com a crise moral produzida por gente que acabou contaminando a credibilidade do gestor público depois de tudo que se viu no último governo.

Hoje, por decisão firme de jovem governador, mantida longe dos recursos do Estado. Daí a se sentirem incomodados, a  empreenderem jornada ensandecida com objetivo de retomar o poder. Nada a ver, portanto, com o exercício legitimo da democracia e da cidadania.

É uma oposição que não encarna os legítimos interesses do Estado. Aí se misturam políticos, gestores públicos de todos os calibres, empresários de porte e uma imprensa calhorda, a quem nada importa o desvio de quase dois bilhões de reais que levou o Amapá a UTI, de onde vem saindo aos poucos, graças ao empenho e competência da equipe do atual governo.

O tempo precioso que essa gente má roubou do atual governo, que levou mais de dois anos para consertar os estragos que deixou pra trás, não foi brincadeira!! E mais: emburreceu nossa população pobre e contaminou gravemente a classe média e setores importantes da máquina pública estatal como professores e médicos. A tal ponto que hoje querem mais que o salário contratado para trabalhar, ou simplesmente não trabalhar, preferindo chantagear o Governo, prejudicar a sociedade.

Agora mesmo andam espalhando por aí que o atual governo não trabalha, não faz nada, que não tem uma obra sequer. Alardeiam aos quatro ventos, comandados por políticos charlatões e formadores de quadrilhas, querendo convencer [e há quem acredite!] que a performance do Camilo é pior que o da administração que o antecedeu.

Basta acessar o site www.seplan.ap.gov.br/mapa para constatar, com fotos e dados técnicos, as mais de 260 obras que o governo executa no Estado, do Oiapoque ao Jarí, apesar das dificuldades herdadas da gestão anterior que consumiu dois anos do atual governo, o necessário para corrigir rumos e recuperar o crédito perdido junto às instituições públicas.

A desinformação é tanta que talvez muitos cidadãos não tenham conhecimento disso. Os senadores Sarney e Randolfe, hoje inimigos declarados do governo, e do logo do Estado também, não conhecem com certeza grande maioria dessas obras em execução no Amapá..

Ambos estão mais focados em suas imagens de “estadistas” e de “pavão misterioso” [ licença Chico] junto à mídia nacional, ostentadas acintosamente no Senado. O Amapá não faz parte da agenda desses políticos eleitos com o generoso voto do povo do Amapá, está provado.

A limpeza ética e moral que empreende o PSB – aliás pela segunda vez, e duramente atacada pelo pelos conservadores, reacionários e golpista da direita, precisa ser apoiada pela sociedade.

O Amapá precisa passar pela transformação da meritocracia, da valorização do conhecimento, da responsabilidade, da competência. Não é mais possível avançar com o nível de políticos que temos, aqui e em Brasília, pontuadas as exceções de praxe. A verde é que a grande maioria se lixa para o Amapá e para o cidadão.

Queremos um Amapá livre. Queremos uma sociedade sóbria, desapeada, queremos e podemos ser, por exemplo, um Acre no Setentrião da Amazonia, onde vivemos, ainda, na maior cobertura florestal do planeta que nem a propósito, políticos insensatos querem entregar aos sujeiros apologistas da derrubada da floresta.

Esta na hora de reagir.
_
Política Tucuju Política Tucuju Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, junho 17, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD