Header AD

Sueli Pini pode voltar ao desembargo

Procuradoria-geral da República opina pela volta de Pini ao desembargo

Diário do Amapá
O procurador-geral da república, Roberto Gurgel, aprovou opinião do subprocurador-geral da república, Francisco de Assis Vieira Sanse-verino, que reconduz a juíza de direito Sueli Pini ao posto de desembargadora do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap).

O aprovo do procurador-geral Roberto Gurgel está sendo encaminhado para o Supremo Tribunal Federal (STF), que poderá acatá-lo ou não.

A medida é mais uma página do ramerrão em que se tornou a disputa entre Sueli Pini e o desembargador Constantino Brahuna, remontando ao início do ano passado.

Primeiramente, Brahuna assumiu a vaga no Tjap, mas depois foi abrigado a deixá-la, mediante decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que determinou a ascensão de Sueli Pini ao cargo de desembargadora da Justiça do Amapá.

Constantino Brahuna, que voltara ao antigo posto de juiz de direito, recorreu da decisão, junto ao STF, e hoje se encontra no Tjap por força de medida liminar do ministro Luiz Fux.

O Conselho Nacional de Justiça impetrou mandado de segurança junto à Procuradoria-geral da República, contra a reforma da decisão que tomara a favor da posse de Sueli Pini como desembargadora.

A decisão de Francisco Sanseverino e Roberto Gurgel abre esta página do caso que mais uma vez será motivo de avaliação e decisão do STF.
_
Sueli Pini pode voltar ao desembargo Sueli Pini pode voltar ao desembargo Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, maio 26, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD