Header AD

Poderá haver nova eleição em Pedra Branca do Amapari

TRE/AP julgará recurso que pode levar a outra eleição em Pedra Branca

A população de Pedra Branca do Amapari terá que esperar o julgamento pelo Tribunal Regional Eleitoral, TRE/AP, do recurso da coligação "Juntos pelo Povo", para saber se Gemaque vai assumir a prefeitura daquele município. Contra a coligação Compromisso, Trabalho e Lealdade, pesa a denúncia de falsificação de documentos partidários obrigatórios ao registro da sua candidatura. O julgamento ocorrerá nesta quarta-feira (24) e dependendo da decisão do TRE, pode, até mesmo, ocorrer outra eleição.
O laudo emitido pelo perito judicial Dr. Odair Pereira Monteiro, que periciou a ata de posse da comissão provisória do Partido da República (PR) de Pedra Branca, aponta que houve falsificação do documento. O perito teria chegado a essa conclusão, após ter detectado diferenças na pigmentação e no espaçamento das linhas da primeira em relação à segunda folha da ata. Nesta última, consta a assinatura do presidente da comissão provisória do PR da época, Heiron Tenório de Araújo.
Questionado sobre a autenticidade do documento, Heiron declarou que reconhece apenas a segunda página da ata e que a primeira teria sido trocada para ampliar a validade da comissão provisória de 1 para 2 anos, e assim legitimar a o registro da candidatura de Gemaque. Segundo Heiron, no momento do registro do candidato do PR, o partido não tinha comissão provisória municipal legalizada junto ao TRE.
Para o advogado da coligação Junto com o Povo, Rodival Isacksson, as provas são suficientes e robustas para que o TRE/AP reveja o processo eleitoral de Pedra Banca. "As provas são irrefutáveis. Tenho a certeza que o TRE vai considerar isso e buscar outra solução para a escolha do prefeito de Pedra Branca".
Entenda o fato
A eleição suplementar em Pedra Branca foi necessária em decorrência do percentual de votos nulos ter ultrapassado 50% do total. Tal fato ocorreu por conta do indeferimento do Registro de Candidatura de Socorro Pelaes à prefeitura, que obteve 53,24% dos votos, porém anulados.
A candidata à prefeitura de Pedra Branca do Amapari (5ª zona eleitoral), Socorro Pelaes (PTN), teve o registro impugnado, por que ela foi condenada pelo Tribunal de Contas da União por não prestar contas de recursos federais repassados à prefeitura do município quando prefeita em 1995.
Veja os documentos:

 _
Poderá haver nova eleição em Pedra Branca do Amapari Poderá haver nova eleição em Pedra Branca do Amapari Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, abril 22, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD