Header AD

Extratos confirmam que dossiê é falso

Extratos da AL-AP desmascaram mentira do crime organizado no Amapá

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) teve acesso aos extratos bancários da Assembleia Legislativa do Amapá, dos meses de outubro e novembro de 1999. Os extratos comprovam que nesses dois meses, não foi feito nenhum pagamento pela Assembleia para Randolfe, no valor de R$ 20 mil, conforme denúncia de um falso dossiê distribuído em Brasília.

O dossiê acusa o Senador de recebimento de um “mensalinho” para votar favorável ao governo do Estado na Assembleia. Em 1999, o governador do Amapá era, o agora senador, João Capiberibe que como Randolfe manifestou indignação, diante das falsas denúncias difundidas por adversários políticos dos dois parlamentares no Amapá.

Esses extratos, e outros documentos que incriminam Fran Júnior – autor do falso dossiê – estão no relatório de uma Comissão Processante, formada em 2000, na AL-AP a pedido de Randolfe, para investigar atos de improbidade administrativa por parte de Fran Júnior, que presidia a Casa.

Entre esses documentos, está um contrato firmado entre Fran Júnior e uma empresa de construções e terraplanagem, para a construção de uma pista de pouso em uma propriedade sua. A obra foi paga com cheques da Assembleia Legislativa, e as cópias dos cheques foram obtidas por meio da quebra de sigilo bancário durante a investigação. Para Randolfe, “se desfez mais uma mentira”. Mesmo assim, o Senador dará prosseguimento às ações adotadas para pôr fim a essas falsas acusações, e responsabilizar os culpados. (Fonte: Blog do Randolfe Rodrigues)
_
Extratos confirmam que dossiê é falso Extratos confirmam que dossiê é falso Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, março 22, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD