Header AD

Após repercussão negativa, prefeitura de Mazagão tira site do ar

Portal da transparência que revelava improbidade administrativa do prefeito de Mazagão, Dilson Borges, está fora do ar

Prefeito de Mazagão, Dilson Borges e José Sarney (foto/AGazeta)
Desde a última semana, o portal da transparência da prefeitura de Mazagão está fora do ar. O referido site revelou irregularidades há quinze dias quando dados ficaram expostos para todo o Estado, tornando-se público como o prefeito, Dilson Borges (PMDB), que é irmão do ex-senador Gilvan Borges, administra aquele município.

Entre as improbidades administrativas atribuídas ao prefeito, comprovaram-se o pagando de R$130 mil reais a uma banca de advogados. Os dados não informam se esse valor refere-se a uma remuneração diária, semanal ou mensal. Segundo o jornalista Paulo Silva, emissoras de rádio vêm sofrendo pressão para tirar do ar profissionais que citam o descaso do alcaide. O radialista Tarciso Franco foi cortado da programação da rádio 102FM por causa de críticas às supostas irregularidades cometidas pelo prefeito.

A família Borges, aliada de primeira hora do oligarca José Sarney, é dona de diversos meios de comunicação no Estado, entre eles estão rádios e tv’s espalhados pelo interior do Amapá e do Pará.
Reginaldo Borges, irmão do prefeito e de Gilvan Borges, não tergiversa ao criticar adversários políticos diariamente com inserções de tv´s e rádios, mas odeia quem critica a pífia gestão que seu irmão Dilson Borges está fazendo em Mazagão.

Antes de Dilson, todos os prefeitos eleitos da cidade moravam na residência oficial. Agora tanto o prefeito quanto seu vice moram em casas alugadas.

Provavelmente, devido às repercussões negativas nas redes sociais, blogs e sites, o portal da transparência daquele município esteja fora do ar. Fato lamentável, uma vez que era a única ferramenta que mostrava a verdade ao munícipe de como ocorriam as improbidades administrativas cometidas pelo prefeito, Dilson Borges.

Mazagão possui um orçamento pequeno e uma população carente das necessidades mais básicas. Além do mais, os cidadãos daquela histórica cidade não merecem o descaso de políticos que não tem nenhum compromisso com o social.

O blog tentou ouvir a assessoria de imprensa da prefeitura de Mazagão sem, no entanto, obter êxito.O espaço está aberto


PS.: Continue lendo aqui, sobre a desconfiança em Mazagão de que o valor exorbitante que estão sendo pagos ao advogado Fernando Aquino seria uma forma de fazer caixa de campanha para uma futura candidatura de Gilvam à Câmara Federal em 2014.
_


Após repercussão negativa, prefeitura de Mazagão tira site do ar Após repercussão negativa, prefeitura de Mazagão tira site do ar Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, março 25, 2013 Rating: 5

2 comentários

  1. Enfim, acho que todos os prefeitos do Brasil devem prestar contas para a nossa sociedade, não há nada de errado nisso. Estou comentando em algumas notícias de prefeitos para que eles busquem um assessoria para melhor conduzir o seu mandato, dei uma olhada e vi que a mais completa é a ANPV, que orienta os prefeito e vices de todo o Brasil, deêm uma olhada no site é bem esclarecedor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É certo que alguns gestores "pecam" por desconhecimento, outras vezes por inexperiência, mas a verdade é que uma boa parcela deles age propositalmente, como este caso do gestor do pobre município de Mazagão.

      Excluir




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD