Header AD

A versão do senador Randolfe Rodrigues

A Resposta enviada ao Brasil 247; site não publicou. Descuido ou má fé?

Blog do Randolfe Rodrigues

Aqui a nota enviada pelo Senador Randolfe Rodrigues, para rebater as denúncias publicadas em matéria desta segunda-feira (18), no site Brasil 247. O site sequer ouviu o senador antes da publicação do texto e nem citou as ações adotadas por ele na última semana. Mesmo com explicações do Senador, o site não publicou a nota.
Sobre as acusações publicadas hoje em matéria do site Brasil 247, esclarecemos que:

1-      Lamentamos que mesmo tendo recebido informações, na última quarta-feira (13), sobre as ações do senador contra essas falsas denúncias, o site Brasil 247, mais uma vez publicou matéria desta natureza sem ouvir o parlamentar, e nem mesmo citar as medidas adotadas por ele. Tal atitude só se justifica por descuido ou má-fé.
2-      As informações do dossiê em questão são mentirosas e correspondem a um crime previsto no Código Penal Brasileiro, como calúnia e difamação. O senador Randolfe não recebeu e não recebe qualquer valor indevido.  No mesmo mês que o acusam de receber o tal “mensalinho”, sua atuação na oposição lhe rendeu a suspensão do pagamento de seu salário na AL. O então deputado Randolfe Rodrigues, só obteve o direito de receber seu salário novamente, após ação na justiça.
3-      Nesta semana, o senador terá acesso aos extratos da Caixa Econômica Federal, que juntamente com as microfilmagens de seus cheques recebidos no período, comprovam o não recebimento desse valor. Além disso, ele já autorizou a quebra de seu sigilo fiscal e bancário, para facilitar as investigações.
4-      Randolfe contratou um profissional para periciar os recibos anexados no “falso dossiê” e comprovar a fraude.
5-      O Senador apresentou esse dossiê ao Ministério Público do Estado, a instituição considerou as denúncias improcedentes e investigará o autor por falsidade ideológica.
6-      No dia 24 de agosto de 2012 foi protocolada uma Notícia Crime no Ministério Público Federal. No dia 27 de fevereiro de 2013 foi feito o pedido de instauração de inquérito na Polícia Federal para investigação da denúncia; Também foram solicitados para a Assembleia Legislativa, todos os documentos referente a pagamentos feitos à Randolfe Rodrigues, na época Deputado Estadual;
7-      No último dia 12 de março, o senador Randolfe usou a tribuna do Senado Federal para esclarecer a população dos fatos ocorridos e das medidas tomadas;http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=sNHET5-yPo0
8-      No dia 13 de março de 2013, o senador Randolfe Rodrigues apresentou o tal dossiê ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, além de todas as medidas que foram tomadas para esclarecer os fatos.
9-      Os responsáveis pela construção dessa falsa denúncia serão responsabilizados e punidos de acordo com o que determina a lei. As instituições públicas já foram acionadas para investigar a quadrilha que, dentre outros crimes, é acusada de falsidade ideológica e denunciação caluniosa.
10-   O senador Randolfe Rodrigues afirma que o crime e seus parceiros não vencerão.
 _
A versão do senador Randolfe Rodrigues A versão do senador Randolfe Rodrigues Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, março 20, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD