Header AD

A versão do senador Randolfe Rodrigues

A Resposta enviada ao Brasil 247; site não publicou. Descuido ou má fé?

Blog do Randolfe Rodrigues

Aqui a nota enviada pelo Senador Randolfe Rodrigues, para rebater as denúncias publicadas em matéria desta segunda-feira (18), no site Brasil 247. O site sequer ouviu o senador antes da publicação do texto e nem citou as ações adotadas por ele na última semana. Mesmo com explicações do Senador, o site não publicou a nota.
Sobre as acusações publicadas hoje em matéria do site Brasil 247, esclarecemos que:

1-      Lamentamos que mesmo tendo recebido informações, na última quarta-feira (13), sobre as ações do senador contra essas falsas denúncias, o site Brasil 247, mais uma vez publicou matéria desta natureza sem ouvir o parlamentar, e nem mesmo citar as medidas adotadas por ele. Tal atitude só se justifica por descuido ou má-fé.
2-      As informações do dossiê em questão são mentirosas e correspondem a um crime previsto no Código Penal Brasileiro, como calúnia e difamação. O senador Randolfe não recebeu e não recebe qualquer valor indevido.  No mesmo mês que o acusam de receber o tal “mensalinho”, sua atuação na oposição lhe rendeu a suspensão do pagamento de seu salário na AL. O então deputado Randolfe Rodrigues, só obteve o direito de receber seu salário novamente, após ação na justiça.
3-      Nesta semana, o senador terá acesso aos extratos da Caixa Econômica Federal, que juntamente com as microfilmagens de seus cheques recebidos no período, comprovam o não recebimento desse valor. Além disso, ele já autorizou a quebra de seu sigilo fiscal e bancário, para facilitar as investigações.
4-      Randolfe contratou um profissional para periciar os recibos anexados no “falso dossiê” e comprovar a fraude.
5-      O Senador apresentou esse dossiê ao Ministério Público do Estado, a instituição considerou as denúncias improcedentes e investigará o autor por falsidade ideológica.
6-      No dia 24 de agosto de 2012 foi protocolada uma Notícia Crime no Ministério Público Federal. No dia 27 de fevereiro de 2013 foi feito o pedido de instauração de inquérito na Polícia Federal para investigação da denúncia; Também foram solicitados para a Assembleia Legislativa, todos os documentos referente a pagamentos feitos à Randolfe Rodrigues, na época Deputado Estadual;
7-      No último dia 12 de março, o senador Randolfe usou a tribuna do Senado Federal para esclarecer a população dos fatos ocorridos e das medidas tomadas;http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=sNHET5-yPo0
8-      No dia 13 de março de 2013, o senador Randolfe Rodrigues apresentou o tal dossiê ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, além de todas as medidas que foram tomadas para esclarecer os fatos.
9-      Os responsáveis pela construção dessa falsa denúncia serão responsabilizados e punidos de acordo com o que determina a lei. As instituições públicas já foram acionadas para investigar a quadrilha que, dentre outros crimes, é acusada de falsidade ideológica e denunciação caluniosa.
10-   O senador Randolfe Rodrigues afirma que o crime e seus parceiros não vencerão.
 _
A versão do senador Randolfe Rodrigues A versão do senador Randolfe Rodrigues Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, março 20, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD