Header AD

Tecnologia: Banda Larga no Amapá

Banda Larga chega ao Amapá ainda no primeiro semestre de 2013

Um dos entraves para o desenvolvimento do Estado está no fato de ainda não poder contar com os serviços adequados no que concerne ao acesso à internet Banda Larga no Amapá.


Nesta terça-feira (19), o Governo do Amapá, através do diretor de Processamento de Dados do Amapá (PRODAP), Alipio Júnior, falou ao blog sobre o andamento dos serviços que trará a Banda Larga para o Estado. Segundo o diretor, o Governo vem trabalhando no Projeto de implantação do serviço desde o inicio de 2011 com o objetivo de popularizar a internet a baixo custo no Estado. O Projeto Banda Larga - BL surgiu da necessidade do Estado possuir internet de qualidade por um preço acessível.

Alipio Junior, presidente do PRODAP

Pensado ainda em 2008 quando foi tema de campanha eleitoral, somente tornou-se realidade quando o atual Governo assumiu o Estado em 2011. No início daquele ano, o Governo tratou este tema como prioridade buscando alternativas para trazer o serviço ao Estado, seja com recursos próprios ou através de parcerias privadas. Articulou com as secretarias (SRE, ADAP e SETRAP) e buscou soluções junto aos órgãos reguladores (IBAMA, FUNAI, IMAP) para obter apoio necessário para viabilização do projeto. Tentou diálogo de viabilização com o PRODEPA (Processamento de Dados do Pará) e a Telebrás, sem, no entanto, ter avanço. O êxito foi conseguido em parceria com a operadora Oi (Telefonia Celular), que está à frente da execução do projeto, juntamente com o Governo do Amapá.

De acordo com Alipio Júnior, os valores dos investimentos pelo Governo do Estado chegam ao montante de R$16.000.000,00 (dezesseis milhões) e estão sendo efetivados através de incentivos fiscais na parceria com a OI. A banda larga abrangerá os municípios de Oiapoque, Calçoene, Amapá, Tartarugalzinho, Ferreira Gomes, Macapá e Santana; o que corresponde a mais de 80% da população que será beneficiada com o serviço ainda no primeiro semestre de 2013.
Trabalhadores da Oi

“O projeto Amapá Conectado está financiando a fibra ótica no Amapá, o que vai reduzir de 429 para 39 reais o pacote de internet com velocidade de 1 MB (Segundo o Plano Nacional de Banda Larga - PNBL), e vai levar internet gratuita para escolas públicas, além de oferecer às empresas uma internet mais acessível. Vai possibilitar a inclusão digital e a universalização da internet no Amapá”, diz Alipio Júnior.

Implantação de Fibra na BR- 156
O Projeto tem duas frentes de execução, sendo uma no Amapá com 230 km (entre Calçoene e Oiapoque). Esta frente está bem avançada, com perspectivas para finalização até o final de Março. E a segunda frente é no território francês, que serão 180 km, e está em ritmo acelerado. De lá, será feita a conexão ao cabo submarino que passa na costa do Amapá e vai até Fortaleza (CE). A estimativa é que até abril próximo, os serviços estejam sendo oferecidos pela empresa OI à população, a partir de R$ 39,00, sendo 1 MB de velocidade através de cabo ADSL. O backbone, que é o link principal de conexão Amapá/Guiana é todo em infraestrutura de Fibra ótica, com alta capacidade de Banda que deverá satisfazer a demanda do Estado.
_

Tecnologia: Banda Larga no Amapá Tecnologia: Banda Larga no Amapá Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, fevereiro 20, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD