Header AD

Sobre a Aliança vitoriosa entre PT/PSB

Joel Banha assumirá vaga do deputado Agnaldo Balieiro na Assembleia Legislativa do Amapá

Nesta terça-feira, 05, na Assembleia Legislativa do Amapá, ALAP, teve início  o Ano Legislativo com a presença do governador Camilo Capiberibe e do presidente da Casa, Junior Favacho. A suntuosidade do evento ficou por conta da boa relação entre o Legislativo e o Executivo no que concerne ao respeito mútuo e responsabilidade com os interesses da população, longe das picuinhas dos anos anteriores. Com isso, abrem-se ainda mais amplas possibilidades de reforma administrativa no Governo. A principal delas é sobre o reforço representativo governista na ALAP com a entrada do suplente Joel Banha (PT) no lugar de Agnaldo Balieiro (PSB), este poderá ir para o Departamento de Trânsito (DETRAN/AP). Joel, que preside a Secretaria de Infraestrutura (SEINF), poderá ceder lugar a Rui Smith que atualmente vem desempenhando importante trabalho a frente de Companhia de Abastecimento de Águas e Esgotos (CAESA).
Abertura do ano legislativo: ALAP e GEA, enfim, o entendimento
Sobre a Aliança PSB/PT

O Partido dos Trabalhadores, PT, tem tradição coadjuvante na política amapaense e desde os anos noventa vem desempenhando papel secundário. Todavia, somente com o PSB é que o partido chega próximo do poder, visto que nas duas vezes que os socialistas governaram o Estado, 1994/2002 e agora, 2010 até 2014, teve (e tem) um petista na vice-governadoria.

É imperativo ressaltar. Em  2010 a Aliança Popular entre PSB/PT só foi possível devido à ingerência  via Executiva Nacional das duas siglas, no qual a aliança local entrou como uma das contrapartidas no rifar da então candidatura de Ciro Gomes (PSB), que naquele momento ameaçara vir candidato e poderia atrapalhar os planos de Lula e sua candidata, Dilma Russeff. Caso o acordo não fosse homologado por petistas locais, certamente haveria intervenção da Executiva Nacional no PT local.

Parece não haver dúvida. Os socialistas do Amapá possuem forte influência sobre os petistas via Executiva Nacional das duas legendas, o que talvez ofusque qualquer movimentação do Partido dos trabalhadores contrário aos interesses do Setentrião. Aliás, o mandatário amapaense foi um dos sete governadores que deram apoio incondicional a Lula quando este sofreu forte manipulação midiática na tentativa de envolvê-lo no caso “mensalão” no final do ano passado.

Como em política parece um céu de paisagens efêmeras, tudo muda em 2014 se o PSB nacional lançar a candidatura de Eduardo Campos ao Palácio do Planalto.

O certo é que os socialistas locais se fortalecem e ampliam alianças já pensando no futuro; e a cooperação com a Assembleia é importante para que esse futuro seja promissor.

Sobre a Aliança vitoriosa entre PT/PSB Sobre a Aliança vitoriosa entre PT/PSB Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, fevereiro 06, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD