Header AD

Periscópio

Coluna Periscópio - Emanuel Reis

FIEAP dominada I

Por falar em Santana, comenta-se que o ex-prefeito Rosemiro Rocha ocupará cargo relevante no organograma da Federação das Indústrias do Estado do Amapá, presidida por Jozy Rocha. Segundo fontes subterrâneas da FIEAP, Rosemiro exercerá o cargo de “conselheiro especial” da presidência, com vencimentos mensais polpudos. Detalhe: Rosemiro e Jozy são marido e mulher.

FIEAP dominada II

Confirmando-se a posse do “novo conselheiro”, o vice-presidente da FIEAP, Ivan Tundelo, será o terceiro na hierarquia da gestão Jozy Rocha, quase um cargo decorativo, sem muita influência política, com pouca visibilidade midiática e sem espaços para manobras mais ousadas. Ivan Tundelo, membro atuante no grupo político do senador João Alberto Capiberibe (PSB-AP), deve manter-se atento. Ou será engolido.

Carnaval em xeque I

Após nota publicada no blog Amapá Em Dia (emanoelreis.wordpress.com) sobre as declarações do presidente da Liesap, Luiz Mota, ao jornalista Seles Nafes, da TV Amapá, conhecido carnavalesco ligado à “Piratas Estilizados” explicou que segundo o projeto original, a Cidade do Samba deveria ter dez barracões. No entanto, apenas cinco foram construídos e entregues, sendo que cada um abriga duas escolas de samba. Então, continua ele, não tem como tirar todo o material das escolas de dentro dos barracões para realizar qualquer tipo de evento nos fins de semana.

Carnaval em xeque II

Com determinação é possível, sim, reduzir pela metade a dependência financeira das escolas de samba dos governos estadual e municipal. Ou seja, as escolas precisariam menos do dinheiro público se os dirigentes implementassem outros mecanismos, como promoção de eventos no decorrer do ano. Mas, fica evidenciado que os responsáveis pelas agremiações (com raríssimas exceções) não demonstram nenhum interesse nisso. Por exemplo: terminou o carnaval 2013 e não se vê nenhum presidente de escola anunciando o que pretende fazer nos próximos meses. As sedes das escolas ficam abandonadas e os barracões da Cidade do Samba se transformam em depósitos de luxo.

Carnaval em xeque III

Outra questão nevrálgica que põe em xeque a credibilidade do carnaval amapaense: quanto foi arrecadado pela Liesap nos dois dias de desfiles no sambódromo (venda de camarotes, frisas, ingressos, bebidas, etc….)? Para onde vai todo esse dinheiro? Quem administra esses recursos? Cabe ao presidente da Liesap, Luiz Mota, esclarecer todas as dúvidas e, principalmente, prestar contas à sociedade sobre o destino que é dado à montanha de dinheiro amealhada no carnaval do sambódromo.
Periscópio Periscópio Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, fevereiro 13, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD