Header AD

O porquê do preço elevado do açaí em Macapá

A escassez do açaí provoca elevação no preço de um dos principais produtos na mesa do macapaense

Nas primeiras semanas de fevereiro houve aumento no preço de um dos produtos mais consumidos pelo macapaense, o açaí.

Um dos motivos que justificam o aumento de preço, apontados por vendedores do produto, refere-se ao término da safra, que compreende o período de abril a junho. Depois desse interstício, há a diminuição da oferta do fruto. Em alguns pontos de venda no bairro das Pedrinhas a média dos preços de um litro é de R$10,00, sendo que já chegou a R$17,00 o litro. A causa indicada está no preço da saca do produto que chega em torno de R$180,00.

 No auge da escassez, a mesma já custou R$300,00, diz o comerciante José Barbosa Paes, proprietário de uma batedeira de açaí no bairro das Pedrinhas. Apontando as fortes chuvas dos últimos dias como um dos motivos, “tá faltando [o açaí] por causa que chove muito”, completa dizendo que vende todo o açaí que bate durante o dia, “que está bom de vender, pois vêm clientes que moram distantes”.

O ponto de compra e venda do produto in natura em Macapá localiza-se na Rampa de Santa Inês. Ali o produto chega de escoações de diversos pontos da ilha de Marajó, principalmente dos municípios de Afuá e Chaves, no Pará.

O comerciante de açaí, Messias Pastana, vendedor do distrito da Fazendinha, compra o produto na Fortaleza (divisa do município de Macapá e Santana) ou no próprio município de Santana a R$165,00 o preço da saca ou quatro paneiros que equivalem a quatro latas, “quando tem a falta bato 10 latas”, diz. Messias vende o litro a 12 reais, reitera que no Distrito não teve a falta do produto, mas considera que o aumento do preço se deve ao término da safra que termina em Julho e que “é de dois a três mês para dá um açaí bom e barato”, diz. Não houve a falta do produto, porém, para driblar a escassez Messias compra o “paral” que é o açaí não maduro e sem a massa completa do caroço. Que desta forma "satisfaz a clientela", finaliza.
_

O porquê do preço elevado do açaí em Macapá O porquê do preço elevado do açaí em Macapá Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, fevereiro 27, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD