Corrupção no Amapá " nada vai ficar escondido"

Corrêa Neto em "Geleia Geral"

Nada vai ficar escondido
Tudo o que foi publicado aqui, à respeito desse enorme poço de corrupção que está sendo descoberto no Amapá, chegando ao conhecimento do grande público brasileiro através dos meios de comunicação, na quase totalidade se sustenta em provas já colhidas, ou em informações de fontes confiáveis. Nada de sensacionalismo, nem de invencionices. Tudo fácil de ser provado. A impressão que se tem, diante de todas essas provas, é de que os chefes da corrupção no Amapá apostaram na impunidade eterna, e perderam. A desfaçatez tem sido tanta, que os sinais exteriores de riquezas desse grupo estão aí, expostos, na cara de todo mundo, sem a mínima preocupação de esconder, ou camuflar a roubalheira, sugerindo a existência de um pacto entre os gatunos, garantindo que podiam meter a mão no que quisessem, sem que fossem incomodados por alguém. E não é só a partir da Assembleia Legislativa que se sente o odor fétido da corrupção. Esse odor que provoca náuseas se espalha praticamente pelo Estado inteiro, mas surgem sinais de que o fim está perto. Alguns pensam que não vai sobrar ninguém, mas vai, felizmente. Alguém terá a responsabilidade de construir o novo.

A Assembleia Legislativa é o alvo, o foco principal do momento. Muitos dos políticos que passaram por ela, ou ainda estão lá, enriqueceram tão rapidamente que acabaram chamando atenção demais para quem precisa ficar nas sombras, lugar dos espíritos obscuros como os de quem faz o que eles fazem. Enquanto só os parceiros daqui sabiam, tudo bem, mas o escândalo estourou lá fora, também, e aí tudo se complicou. O grupo que investiga a corrupção no Amapá é grande, especializado no assunto, e determinado a fazer mudar as coisas. Já conversei com alguns deles, e o que ouvi dá para ter esperança de que as novas gerações poderão ter um lugar melhor para viver.

Seis meses depois
Em outubro do ano passado, o Ministério Público do Estado, através da Promotoria do Patrimônio Público, entrou na Justiça com uma ação cautelar cobrando do presidente da Assembleia Legislativa, Moisés Souza, a apresentação de documentos comprovantes das prestações de contas dos deputados, sobre gastos com a verba indenizatória. Justiça acatou, e o presidente da Assembleia não atendeu. Diante disso, o MPE pediu hoje(3), que o Tribunal de Justiça acate a denúncia e determine o cumprimento do que nela consta.

Indignação geral
Frase de um pecuarista mineiro, eleita a frase do ano: ”bom seria se um deputado e um senador pegassem febre aftosa. Aí seriamos obrigados a sacrificar todo o rebanho.”. Exagerado, mas reflexo da indignação popular.

Aprendiz legislativo
A Assembleia Legislativa do estado celebrou recentemente um convênio com a Fundação Marco Zero, no valor de R$ 1.800.000,00. Esse dinheiro está servindo para pagar “bolsas aprendiz legislativo”, ou coisa parecida, nos valores de R$ 300, R$ 600 e R$ 900, para estudantes de idades não especificadas, que irão aprender “como funciona uma casa legislativa”.

Faxina caseira
Para quem pensa o contrário, as investigações sobre nepotismo, nepotismo cruzado e funcionários fantasmas não atingiram apenas a Assembleia Legislativa e poder judiciário. O Ministério Público do Estado também tinha a sua legião de fantasmas, que foram exonerados. A Assembleia Legislativa, além da irmã do desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos, abriga na folha de pagamento a esposa do desembargador Agostino Silvério, um irmão dela, e a mulher do cunhado. A informação não diz se eles trabalham, mas garante que recebem.

Tempestade
Dito por alguém que sabe muito bem do que está falando: “Macapá corre o risco de ter apenas um candidato em condições legais de disputar a Prefeitura.”. Faça uma aposta consigo mesmo, e imagine quem seria.

Pesquisa no rádio
Uma pesquisa encomendada pelo Governo do Estado, realizada há algum tempo, queria saber quais as preferências dos ouvintes dos programas matinais de rádio. O resultado apontou o programa “Luiz Melo entrevista” em primeiro lugar na audiência, seguido de perto pelo programa “Café com Notícia”. Os demais programas dividiam o resto da audiência. No item credibilidade, o “Café com Noticia” foi campeão absoluto.

Visita de cortesia?
Pouco antes de o empresário José de Matos Costa anunciar a suspensão de todos os programas da Equatorial FM, alegando estar “conversando com a Transamérica”, ele recebeu em sua sala os deputados Edinho Duarte, Moisés Souza e o radialista Carlos Lobato. Sobre o assunto conversado nada foi divulgado. Precisa?

Recompensa
Já está na mídia. O governo federal pretende gratificar quem denunciar a existência de corruptos, e de corrupção, pagando dez por cento do valor do que for recuperado. Aqui, se a medida for confirmada, vai ser prato cheio
Corrupção no Amapá " nada vai ficar escondido" Corrupção no Amapá " nada vai ficar escondido" Reviewed by DMM on sexta-feira, maio 04, 2012 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD